Última Hora
Home / Destaque / Maués faz abaixo-assinado para tentar evitar transferência de padre

Maués faz abaixo-assinado para tentar evitar transferência de padre

Fiéis católicos da cidade de Maués estão se mobilizando para puxar um abaixo-assinado com a finalidade de tentar a evitar a transferência de um padre missionário que dedicou mais de 40 anos de sua vida ao povo local.

Padre Bruno Mascarin, de 89 anos de idade, pertence ao Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), que já decretou o fim da missão do religioso e o chamou de volta para a Itália, seu país de origem.

Lá, ele deverá terminar seus últimos dias de vida num asilo do instituto. Os católicos da cidade, porém, dizem que o padre Bruno já manifestou seu desejo de morrer em Maués.

Uma das primeiras manifestações públicas dos mauesenses contra a decisão do PIME ocorreu na quarta-feira, dia 11, com um post no Facebook, no qual o morador Márcio Marques, lamenta a medida e relata a obra do religioso.

A publicação já está com quase 200 compartilhamentos, outras centenas de curtidas e comentários que enaltecem a vida e obra de Bruno Mascarin, que começou sua missão em Parintins, ainda como irmão Bruno.

Veja o texto:

Fico me perguntando onde está tudo aquilo que é pregado nas celebrações?
Cadê o Amor, Misericórdia, Respeito e vida comunitária como irmãos?
É importante que a comunidade católica e evangélica saibam que nosso querido Padre Bruno está preste a ir embora daqui de Maués, da Comunidade São Pedro, Bairro Ramalho Júnior. Tudo contra sua vontade. E a desculpa é sua idade avançada e sua saúde.

Só não entendo a preocupação agora, uma vez que todos sabemos que ele sempre teve seu relacionamento com a doença e quem sempre se preocupou foram os comunitários que o tratam com muito carinho.
Pois bem, penso que seja preciso relembrar aos mais novos e também aos demais um pouco dos feitos deste homem literalmente de Deus.
Um homem que seu único propósito a vida inteira foi dedicar-se aos comunitários. Ele que construiu e reconstruiu a igreja de São Pedro e tudo que tem por lá. Acordava sempre muito cedo para presidir as celebrações eucarísticas e nunca se preocupou de ter a igreja lotada ou com pouquíssimas pessoas, aquilo era a missão dele. Nunca ficou um dia sequer sem celebrar missa. Quando começou a surgir o bairro do Eden, lá estava o Pe. Bruno a se preocupar em construir uma igreja para o povo católico. Pensa que isso foi o suficiente? Não. Ele construiu a Escola Jardim Pinóquio, preocupado com educação para as crianças do bairro que hora surgia. É diga-se de passagem uma das melhores escolas que temos em Maués até hoje. 
Então, eis que surge o Bairro Novo, e mais uma vez lá está o Pe. Bruno com seu jeitão bravo a construir mais uma igreja. Parou aí? Não. Fez a linda Escola Jardim Fraternidade, também uma das maiores e melhores referências na educação de nossa cidade. Padre Bruno sempre foi tão preocupado em levar a palavra de Cristo que mesmo com todas essa igrejas, diga-se de passagem, ele cuidava muito bem sozinho de todas. Além, de seu serviço nas igrejas ele ainda encontrava tempo pra visitar as comunidades de base, rezar o terço em frente das casas e ainda ele como ninguém, arrumava tempo para cuidar da catequese das crianças e adolescentes e que até hoje é seu legado de amor.
Não contente, Padre Bruno percebeu que a área dos fundos do Bairro Mário Fonseca estava ainda distante da igreja e precisam serem alcançados pela misericórdia de Cristo. E mais uma vez surge uma nova Igreja Católica, Rainha da Paz. Acham que ele parou? Não. Levou educação construindo também a Escolinha Rainha da Paz. E não contente percebeu que o Ramalho Júnior precisava de escola para as crianças. E fez então a Escolinha São Pedro. Abro parêntese pra afirmar, AS MELHORES ESCOLHINHAS DE MAUÉS. E por fim como sempre percebeu os que estão a margem e então construiu a Igreja do Sagrado Coração de Jesus, próximo ao Sesc Ler.
Aí você pode até perguntar: Ele só fez construção?
Daí eu aproveito pra dizer que SIM. Porque além de construir tudo isso que eu já relatei e mais algumas que não estão descritas aqui. Posso afirmar que ele construiu não só os prédios da igreja, mas construiu comunitários, fortes, dedicados e comprometidos com a construção do Reino de Deus. Fato comprovado na catequese forte que atende centenas de crianças e adolescentes. Fato comprovado na missa aos dominicais, que lotam as igrejas com pessoas que veem de diversos bairros e do Centro da cidade atraídos pelo testemunho de vida do Padre construtor do Reino. Fato comprovado pelas novenas em honra a N. Sra. Do Perpétuo Socorro realizadas nas terças-feira, desde quando não se tinha notícia que outra comunidade fizesse. Fato comprovado por sua dedicação em motivar as vocações de novos sacerdotes e religiosas. Só perguntar dos padres e irmãs filhos de Maués de onde surgiu o amor a Cristo. Padre Bruno será certamente o nome mais falado. E vale relembrar que em todas suas missas ele faz questão de fazer as orações pela vocações, você não vê isso em nenhuma outra celebração. Tem mais ainda… Quero destacar o amor e dedicação que ele demonstra ao presidir as celebrações eucarísticas. Mesmo hoje, estando um tanto mais limitado devido a idade. Ele lê com calma e presteza, realiza todos os detalhes da celebração sem se preocupar em terminar as pressas, canta tudo que se pode cantar na missa. E por aí vai…
Ah, ainda realiza a maior e melhor festa religiosa de Maués, Festa de São Pedro, em pleno período de festival de Parintins. 
Sei que já escrevi muito. Mas, garanto que é pouco diante de tudo que esse sacerdote representa para nós, em particular do Bairro Ramalho Júnior. Teria muito que se falar. 
Só quero finalizar dizendo que nosso sacerdote está sofrendo, abatido e desolado pela possibilidade de ir embora de Maués. Afinal, é uma vida toda dedicada a nós, sem pedir nada em troca.
Não quero julgar motivos que levam a cúpula da igreja tomar essa decisão. Só vejo que é desumano retirar uma pessoa que de tanto fez, só pela idade ou saúde. Se for saúde, a comunidade cuida dele, sempre foi assim. O desejo de seu coração é finalizar os seus dias aqui. Por isso, rogo pelo amor fraterno que Cristo nos ensinou.
FICA QUERIDO AMIGO, PAI E SERVO PADRE BRUNO!

Do seu eterno catequisando Márcio Marques

 

Com informações do BNC Amazonas / Foto: Colaboração do Internauta

Comments

comments

About Redação

Portal de notícias da cidade de Tefé e região. Credibilidade e imparcialidade em Reportagens, Notícias, Especiais, Entrevistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!