Última Hora
Home / Destaque / Notícia de jogador de Tefé contratado para jogar no Fluminense é falsa

Notícia de jogador de Tefé contratado para jogar no Fluminense é falsa

A matéria veiculada no portal Em Tempo de que o suposto jogador Gabriel Costa dos Santos, de 19 anos, teria sido contratado para base do Fluminense, contém informações inverídicas. Depois de denúncias nas redes sociais e contatos com profissionais das categorias de base, ficou claro que o homem, conhecido como “Piolho”, teria concedido declarações falsas em entrevistas, de que teria sido selecionado para jogar no time carioca.

Citado por Gabriel como olheiro do Fluminense, o educador físico, Marcelo Conrado, de 38 anos, mostrou-se indignado ao saber do envolvimento de seu nome em uma seletiva do time carioca. Ele aproveitou, para desmentir qualquer aproximação do “suposto jogador”, com ele.

“Diante a situação colocada pelo Gabriel, afirmo que desconheço qualquer aprovação a um clube carioca, tendo em vista, que não tenho nenhum vínculo empregatício com clube ditado na matéria. No momento, só quero que fique clara a transparência do meu trabalho, além minha integridade e lisura diante de meus atos”, justificou.

Para o educador, é preciso estar atento para essas situações, principalmente quando outra pessoa usa de má fé para enganar e/ou tirar proveito de uma determinada situação.

“Fica o alerta para todos, antes de qualquer contrato ou algo parecido com empresários ou clubes, procurem saber a fundo a veracidade da situação. Em relação a este fato do Gabriel, temos várias situações vividas por alguns colegas profissionais, onde este mesmo rapaz subtraiu bens matérias e outras coisas mais”, alertou.

Fluminense

Do Rio de Janeiro, o diretor esportivo da base do Fluminense, Marcelo Teixeira, explicou como funciona o processo das seletivas, na captação de jogadores com potencial para o Tricolor carioca.

“Existem três formas de se tornar um jogador da base do Fluminense. A primeira é atuando no futsal do clube, aqui no Rio. A segunda é pelas nossas escolinhas oficias, o Projeto Guerreirinhos. Hoje, em Manaus, temos uma unidade Guerreirinhos, que está localizada na Rua Professor Niton Lins. A terceira é pela observação da nossa captação em competições pelo país”, explicou.

O diretor explicou ainda que os jogadores de 11 a 17 anos aprovados vão para o Centro de Treinamento em Xerém e são avaliados de perto pelas comissões técnicas, diretoria, psicólogas, equipe médica e fisiologistas.” Se conseguirem desempenhar um bom papel, são aprovados e se tornam um ‘Moleque de Xerém’”, disse.

Segundo o diretor do Flu, apenas entidade credenciadas podem organizar em suas devidas cidades, alguma seletiva ou procedimento para descobrir novos talentos nofutebol.

“Apenas as escolinhas oficias (Guerreirinhos) estão autorizadas a realizar este tipo de avaliação fora do Rio. Qualquer avaliação diferente será sempre anunciada nas redes sociais oficiais do Fluminense”, acrescentou.

Nota da Sejel

Em nota divulgada nesta sexta-feira (11), a Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), comunicou que o atleta procurou a entidade para solicitar duas passagens fluviais para retornar à cidade de Tefé, sendo que uma delas seria para seu pai, segundo ele, identificado como Tiago Costa.

De acordo com o comunicado da Secretaria, Gabriel gostaria de viajar nesta sexta-feira (12). Além disso, ele relatou que teria sido aprovado em um teste para jogar na equipe sub-20 do Fluminense e pediu uma ajuda de custo para a viagem ao Rio de Janeiro, além de bilhetes para retornar a Manaus.

Fonte: Portal Em Tempo

Comments

comments

About Redação

Portal de notícias da cidade de Tefé e região. Credibilidade e imparcialidade em Reportagens, Notícias, Especiais, Entrevistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!