Última Hora
Home / Amazonas / Em protesto, moradores de Maraã, no interior do Amazonas ‘sepultam’ operadora Vivo

Em protesto, moradores de Maraã, no interior do Amazonas ‘sepultam’ operadora Vivo

Moradores do município de Maraã (634 km de Manaus), que se dizem insatisfeitos com os serviços prestados pela operadora Vivo, resolveram fazer um “sepultamento” da operadora. O protesto ocorreu ontem (5), e o grupo percorreu as principais ruas da cidade do interior do Amazonas e terminou a manifestação pacífica no Cemitério São Sebastião.

Desde a última sexta-feira (1/12) os moradores afirmam que estão sem o serviço de telefone móvel da Vivo e diante do descaso da operadora eles resolveram saírem pelas ruas da cidade para protestar e fazer o enterro da operadora que teve direito a caixão, velório, cortejo pelas vias do município.

De acordo com há tempos o telefone móvel vinha funcionando precariamente em Maraã, e a partir da última sexta-feira parou de funcionar completamente sem que a operadora desse se quer satisfação aos clientes.

“Parou e não recebemos nenhuma satisfação, mas contas continuam chegando sem parar”, disse um morador, afirmando que em Maraã hoje eles mudaram o nome da operadora de Vivo para “morta”.

 “A Vivo foi velada, a Vivo foi enterrada, e a gente espera que ela ressurja viva”, disse uma moradora da cidade, que não quis ser identificada.

De acordo com os moradores os problemas relacionados às falhas no serviço de telefonia na cidade ocorrem há, pelo menos, um ano. No entanto, a situação tem se agravado cada vez mais.

“A insatisfação em Maraã referente ao serviço da Vivo é geral. Tem semana que a gente fica sem o sinal por três dias. Tudo tem limite”, disparou um morador, afirmando que a operadora não deu nenhuma satisfação para os clientes, mas as contas continuam chegando sem parar.

Fonte: Portal Fato Amazônico

Comments

comments

About Redação

Portal de notícias da cidade de Tefé e região. Credibilidade e imparcialidade em Reportagens, Notícias, Especiais, Entrevistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!